Cultivo Celular: a importância dos meios de cultura

Além de nos preocuparmos com o material a ser utilizado para o cultivo celular (frascos descartáveis ou de vidro esterilizados) devemos nos preocupar também com o tipo e qualidade dos meios de cultura.

Os meios de cultura são insumos preparados em laboratórios que fornecem os nutrientes para o crescimento e desenvolvimento de microrganismos (como bactérias, fungos e leveduras) fora do seu habitat natural.

Para escolher o meio de cultura é preciso conhecer a origem das células e a sua forma de crescimento, já que há células que crescem em cultura líquida, semi-sólida ou sólida (quando é adicionado ágar ao meio líquido).

Tipos de meio de cultura

A composição do meio de cultura dependerá da espécie que se está tentando identificar e cultivar, já que as necessidades nutricionais variam entre os microrganismos, temos portanto:

Meio de Cultura Enriquecido

Um meio enriquecido corresponde a um caldo ou meio sólido contendo um grande suprimento de nutrientes que promove o crescimento dos microrganismos fastidiosos. Geralmente são meios que foram suplementados com materiais altamente nutritivos. O Ágar-Sangue é um exemplo de meio sólido enriquecido utilizado rotineiramente nos laboratórios de bacteriologia clínica.

Meio de Cultura Seletivo

O meio seletivo permite o crescimento de certos tipos de microrganismos e inibe o crescimento de outros microrganismos. Ele contém inibidores, geralmente antibióticos, que tornam inviável o crescimento de certos microrganismos, sem inibir o crescimento do microrganismoalvo. Por exemplo, o Ágar MacConkey inibe o crescimento de bactérias gram-positivas, selecionando assim as bactérias gram-negativas.

Meio de Cultura Diferencial

Utilizados para diferenciar microrganismos ou grupos de microrganismos em um meio. A presença de determinados corantes ou de produtos químicos nos meios produzirão certas alterações características ou padrões de crescimento que são utilizados para a identificação ou a diferenciação de microrganismos. Por exemplo, o Ágar MacConkey é frequentemente utilizado para diferenciar vários bacilos gram-negativos isolados de amostras de fezes. As bactérias gram-negativas que são capazes de fermentar a lactose (um ingrediente do ágar MacConkey) produzem colônias rosas, enquanto aquelas incapazes de fermentar a lactose produzem colônias incolores. Assim, o ágar MacConkey diferencia as bactérias gram-negativas fermentadoras (LF) das não fermentadoras da lactose (NLF).

Os vários tipos de meios (enriquecido, seletivo, diferencial) não são mutuamente exclusivos. Como vimos, o Ágar MacConkey é tanto um meio seletivo quanto diferencial.

Na loja online da PipetExpress você encontra todos os meios de culturas da Kasvi e também frascos descartáveis, placas de petri e outros consumíveis para cultivo celular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *